TC são as iniciais de Tomografia Computorizada, por vezes, referida como TAC, que significa Tomografia Axial Computorizada.

É um exame comum, assente numa técnica sofisticada de digitalização, baseada na utilização de raios-x para adquirir imagens altamente detalhadas do corpo.
Durante a realização do exame, a ampola e os detetores de raios-x giram em torno do utente, adquirindo dados de um determinado volume corporal, dados esses que para interpretação médica são reconstruídos sobre a forma de múltiplas fatias, (“cortes”) com ou sem sobreposição e em planos variados, conforme a indicação clínica do exame. Estas reconstruções são processadas por um computador equipado com um software de pós-processamento dedicado.
O exame de TC pode dar informação detalhada sobre inúmeras partes do corpo, incluindo pulmões, ossos, tecidos moles, coração e vasos sanguíneos. Pode ser utilizado para diagnosticar e monitorizar diversas situações.

As imagens de TC são produzidas através de uma pequena dose da radiação. Para produzir imagens de diagnóstico são necessários certos níveis de dose de radiação que dependem de vários fatores, como a idade e o IMC do paciente, mas também da parte do corpo em avaliação. A Affidea tem uma política de gestão de dosel e utiliza ferramentas eficientes para monitorizar os níveis de dose e definir a dose ideal para cada utente.

O programa Dose Excellence da Affidea torna os nossos exames de TC o mais seguros possível. Aplicamos o princípio ALARA (As Low As Reasonably Achievable), que significa tão baixo quanto razoavelmente realizável. Por outras palavras, minimizamos a dose de radiação que cada utente recebe durante um exame de TC, mantendo a qualidade das imagens diagnósticas.

O exame de TC é um procedimento indolor.

Os exames de TC utilizam raios-x e os médicos prescritores são criteriosos quando pedem aos utentes que realizem estes tipos de exame, avaliando sempre se os benefícios da realização do exame superam os riscos envolvidos. Na maioria dos casos, os exames de TC não devem ser realizados a mulheres grávidas, por isso é importante que nos informe se está ou pode estar grávida.

Quando fizer a sua marcação, por favor, informe-nos:
– Se sofre de asma
– Se está ou pode estar grávida
– Se está a amamentar
– Se sofre de insuficiência renal

Para melhorar a qualidade da imagem a ser adquirida, pode ser necessária a administração de contraste injetável.

Para alguns tipos de exames pode ser solicitado que beba um pouco de água ou de contraste oral, para melhorar a definição das imagens do estômago e do intestino.

Poderá ser-lhe pedido que vista uma bata ou vestuário descartável e que guarde os seus pertences num local seguro disponível nos vestiários.

Para realizar o seu exame de TC ser-lhe-á pedido que se deite na mesa do equipamento, a qual se moverá durante o exame através do túnel do mesmo. Dependendo do tipo de exame necessário e do protocolo escolhido, a mesa poderá mover-se para dentro e fora do túnel do equipamento várias vezes. Isto é perfeitamente normal e não significa que o exame esteja a ser repetido. Por favor, permaneça imóvel durante todo o exame e siga as instruções do técnico de radiologia.

Se for necessário será administrada uma injeção intravenosa do contraste, com recurso a um injetor automático. Poderá sentir calor ou sensação de formigueiro nas suas extremidades durante a injeção.

O exame de TC é um procedimento rápido. Dependendo do tipo de exame a realizar, todo o procedimento incluindo a preparação, o posicionamento e o exame em si podem demorar até 15 minutos.

Imagiologia Médica e Radiação